25 mortos e milhares de casas destruídas em inundações

Quatro pessoas continuam desaparecidas desde que começou a chover

Pelo menos 25 pessoas morreram no centro do Vietname por causa de inundações, que destruíram milhares de casas, disseram hoje autoridades do país.

As inundações devem-se a chuvas fortes que começaram na semana passada.

Quatro pessoas continuam desaparecidas desde que começou a chover e a água danificou mais de 240 mil habitações em várias províncias do centro do país durante o fim de semana, disse o departamento de prevenção de desastres naturais do Governo do Vietname.

Meios de comunicação social estatais noticiaram que pelo menos uma hidroelétrica fez também uma descarga de água durante o fim de semana, contribuindo para a destruição.

Entretanto, o furacão Sarika, que passou pelas Filipinas durante o fim de semana, deverá atingir o Vietname na quarta-feira, com as autoridades locais a estimarem que seja uma das maiores tempestades deste ano.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.