16 anos depois foi identificada vítima do 11 de Setembro

Em 2001 morreram 2753 pessoas, mas só 1641 foram identificadas até ao momento

16 anos após o atentado de 11 de setembro de 2001, uma nova vítima do ataque à cidade de Nova Iorque foi identificada, de acordo com as autoridades desta cidade dos Estados Unidos da América.

Esta vítima masculina é assim a 1641 a ser identificada num total de 2753 mortes confirmadas após o embate de dois aviões nas duas torres do World Trade Center.

A identidade da vítima, no entanto, não foi divulgada após pedido da respetiva família, sendo que as autoridades revelaram que esta descoberta foi possível depois de ter sido usada uma nova tecnologia de ADN.

Refira-se que a última vez que as autoridades confirmaram a identidade de uma vítima do 11 de setembro foi já em março de 2015.

Ler mais

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.