11 mortos e 25 feridos em bombardeamentos nos arredores de Damasco

Bombardeamentos atingiram principal bastião da oposição ao regime

Pelo menos 11 pessoas morreram e outras 25 ficaram feridas nas últimas horas na Síria devido a bombardeamentos na região de Guta Oriental, o principal bastião da oposição nos arredores de Damasco, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

A ONG explicou que seis pessoas, incluindo quatro menores, morreram com os ataques de aviões não identificados em Duma, a maior cidade de Guta Oriental.

Outras quatro pessoas, uma delas uma criança, morreram na localidade de Saqba, enquanto um homem morreu em Beit Sawa.

O Observatório alerta que o número de vítimas mortais pode ser superior já que há feridos em estado grave.

Registaram-se também bombardeamentos nas zonas de Hamuriya, Kafr Batna e Utaya, também em Guta Oriental, mas sem mortos ou feridos.

A Síria vive há mais de cinco anos um conflito que já causou a morte de 300 mil pessoas.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).