Incêndio de grandes dimensões destrói duas torres de apartamentos

Cinco pessoas ficaram feridos neste incêndio, cujas causas ainda são desconhecidas.

Um incêndio de grandes proporções atingiu esta noite duas das 12 torres de apartamentos de um condomínio em Ajman, o mais pequeno dos Emirados Árabes Unidos. Cinco pessoas sofreram ferimentos ligeiros e foram tratados no local. Uma mulher grávida que se encontrava num dos edifícios foi assistida no hospital.

Os bombeiros já conseguiram controlar o incêndio, mas ainda estão no local nas operações de rescaldo. Não foi ainda apontada nenhuma causa para o incêndio e não há informação acerca do número de pisos de cada um dos edifícios.

Os edifícios foram evacuados e as ruas circundantes cortadas ao trânsito.

Este é o quarto grande incêndio nos Emirados Árabes Unidos nos últimos três anos. Na passagem de ano, um fogo deflagrou num hotel do Dubai; em fevereiro do ano passado, um outro incêndio atingiu um outro hotel de 79 andares também no Dubai; em novembro de 2012, também neste emirado, uma torre de apartamentos de 34 andares ficou parcialmente destruída.

De acordo com a agência Reuters, em alguns destes casos, os peritos indicaram que o material usado na fachada dos edifícios para decoração era altamente inflamável, o que explicava a velocidade com que as chamas progrediam.

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.