Imagens de drone mostram escala da crise na fronteira da Macedónia

Cerca de 10 000 pessoas continuam à espera, em condições muito difíceis

As imagens mostram o que os números nem sempre conseguem transmitir: a dimensão da crise de refugiados na fronteira entre a Macedónia e a Grécia, junto ao posto fronteiriço grego de Idomeni. O fotógrafo grego Sakis Gioumpasis filmou o campo, recorrendo a um drone.

Cerca de 10 000 pessoas continuam à espera junto à fronteira, do lado grego, em condições muito difíceis, informaram as autoridades gregas. A Macedónia encerrou a fronteira na segunda-feira, depois de cerca de 300 refugiados terem tentado forçar a entrada no país.

A fronteira entre os dois países situa-se na principal rota migratória dos Balcãs, que começa na Grécia e passa sucessivamente pela Macedónia, Sérvia e Croácia, seguindo pela Eslovénia até à Áustria.

Nos últimos dias, as organizações no terreno deram conta da falta de alimentos e de tendas e alertaram para os efeitos do tempo chuvoso na saúde dos migrantes, muitos dos quais viajam com crianças.