Homem resgatado após 56 dias à deriva no mar

Filipino sobreviveu com dois recipientes de cinco litros de água e estava fraco e desorientado quando foi encontrado

Um pescador filipino foi resgatado na Papua Nova Guiné depois de estar 56 dias à deriva no mar, informa a imprensa local.

O homem deixou General Santos, no sul das Filipinas, em janeiro, com o seu tio, mas os dois foram apanhados por mau tempo e o barco arrastado para o alto mar, noticiou o jornal Papua New Guinea Post-Courier, depois de um barco de pesca detetar Roland Omongos, de 21 anos, no dia 09 de março.

Citando a polícia local, o jornal diz que os homens não tinham comida e o tio do sobrevivente acabou por morrer. Omongos ficou com o corpo durante o máximo tempo possível, mas foi forçado a atirá-lo borda fora quando começou a decompor-se.

O jovem sobreviveu com dois recipientes de cinco litros de água e estava fraco e desorientado quando foi encontrado pelo barco Bermadethe Marie, que fazia a viagem de Wewak para Rabaul, uma cidade na ilha de Nova Bretanha, na Papua Nova Guiné.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG