Hillary e Trump dados como favoritos para primárias de 3ª. feira

Nos dois estados mais importantes, em número de delegados, ex-secretária de Estado e multimilionário estão à frente.

Hillary Clinton e Donald Trump têm esta terça-feira a possibilidade consolidarem a vantagem sobre os respetivos adversários, prevendo-se que sejam os mais votados nas primárias que se realizam nos estados do Connecticut, Delaware, Maryland, Pensilvânia e Rhode Island, sendo particularmente importante o penúltimo, que elege o maior número de delegados: 210 democratas e 71 republicanos.

Para Trump será importante ganhar na Pensilvânia, após o sucesso de Nova Iorque, onde conseguiu 89 delegados em 95 possíveis, sendo que na votação de amanhã o vencedor fica com a totalidade dos 71 delegados. Para a candidata democrata, uma vitória consolidaria a vantagem sobre Bernie Sanders, embora o senador do Vermont também venha obter um bom número de delegados, já que estes são distribuídos de forma proporcional aos resultados.

Neste momento, Hillary tem 1930 delegados, necessitando mais 453 para garantir a nomeação como candidata democrata na eleição de 8 de novembro para a Casa Branca. Sanders tem 1191 delegados. No campo republicano, Trump tem 845 delegados, faltando-lhe 392 para garantir a designação como candidato presidencial. O adversário mais direto, o senador do Texas Ted Cruz, tem 559 delegados, seguindo-se num distante terceiro lugar John Kasich, governador do Ohio, com 147.

Uma sondagem CBS-YouGov dá clara vantagem para o multimilionário na Pensilvânia, com 49% a declararem a intenção de votar nele; Cruz obtém 26% e 22% pronunciam-se por Kasich. Uma vitória de Trump deixá-lo-ia com 916 delegados.

No campo democrata, a sondagem coloca Hillary em vantagem, com 51% dos inquiridos a pronunciarem-se a seu favor, mas com o senador do Vermont a obter um resultado relativamente próximo: 43%. Para outro estado que elege um número relevante de delegados, o Maryland (118 democratas e 38 republicanos, com o vencedor a ficar com a totalidade), Hillary tem uma vantagem de 25 pontos sobre Sanders, com 57% dos votos e aquele apenas 32%. Entre os republicanos, Trump surge à frente com 47%, Cruz, com 19%, é ultrapassado por Kasich com 27%.

Uma outra sondagem, também CBS-YouGov, para o estado que vota na primeira semana de maio, Indiana, mostra uma tendência semelhante, mas comprometendo-se aqui, entre os republicanos, a vantagem de Trump. Este tem 40% das intenções de voto, logo seguido de Cruz com 35%; Kasich recebe 20%.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG