Francês detido na Holanda suspeito de estar a mando do Estado Islâmico

A polícia holandesa deteve hoje um francês de 32 anos, suspeito de estar implicado na preparação de um atentado

O cidadão francês detido hoje na Holanda é suspeito de ter sido mandatado pelo grupo extremista Estado Islâmico para cometer um atentado em França, com Reda Kriket, detido na quinta-feira em Paris, disseram fontes policiais à AFP.

Um mandado de busca foi emitido por França para este cidadão da região de Paris, a 24 de dezembro de 2015, por associação criminosa em relação com uma atividade terrorista, referiu a mesma fonte.

A polícia holandesa deteve hoje um francês de 32 anos, suspeito de estar implicado na preparação de um atentado, anunciou o Ministério Público, sublinhando que a operação foi realizada a pedido de Paris.

O homem será entregue a França, "em breve", lê-se na nota à imprensa.

Entretanto, França disse ter impedido uma tentativa de atentado "em estado avançado" quando deteve, na quinta-feira, o francês Reda Kriket, um homem de 34 anos.

Kriket foi condenado no ano passado na Bélgica, juntamente com Abdelhamid Abaaoud, o suposto líder dos ataques a Paris, em novembro do ano passado.

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.