França suspende venda de material de guerra à Turquia

Reação de Paris aos ataques turcos na Síria segue-se a decisões semelhantes da Alemanha e da Holanda.

Executivo de Emmanuel Macron suspendeu a exportação para a Turquia de "material de guerra suscetível de ser utilizado na Síria". A mesma decisão tomou a Holanda e a Alemanha.

A decisão do governo francês, já tomada pela Holanda e pela Alemanha, tem "feito imediato", indicaram na noite deste sábado os ministérios da Defesa e dos Negócios Estrangeiros, refere o jornal francês le Monde.

Paris decidiu "suspender todos os programa de exportação para a Turquia de material de guerra suscetível de ser utilizado no âmbito da ofensiva turca", anunciaram os responsáveis daqueles dois ministérios em comunicado.

Acrescentam que a próxima reunião do Conselho dos Negócios Estrangeiros da UE, na segunda-feira no Luxemburgo, "será a ocasião para concertar uma posição sobre esta matéria".

"A França reiterá a sua veemente condenação da ofensiva militar levada a cabo pela Turquia no Nordeste da Síria", sublinham. Isto por entenderem "que põe em causa os esforços necessários para uma coligação global contra o Daesh. Tem consequências humanitárias importantes e põe em causa a segurança dos europeus".

O governo francês pede "uma reunião urgente da coligação contra o Daesh para discutir a continuação dos esforços da coligação neste contexto", termina o comunicado.

Exclusivos