Fogo destrói hotel para refugiados numa povoação alemã. Vizinhos festejam

A polícia deteve temporariamente três pessoas, por interferirem no trabalho dos bombeiros

Um hotel preparado para acolher refugiados na localidade de Bautzen, no leste da Alemanha, ficou seriamente danificado na noite passada por um incêndio, enquanto grupos de vizinhos festejavam o sinistro.

A origem do incêndio está ainda por esclarecer, indicaram hoje fontes policiais, que estão a investigar em todas as direções.

Frente ao edifício, um antigo hotel que foi preparado para acolher refugiados, juntaram-se grupos de vizinhos, muitos deles claramente alcoolizados, que festejavam "de modo inequívoco" o que estava a acontecer, de acordo com as mesmas fontes.

A polícia deteve temporariamente três pessoas, por interferirem no trabalho dos bombeiros envolvidos no combate às chamas.

Os incêndios em unidades destinadas a acolher refugiados, já habitadas ou em construção, têm-se sucedido nos últimos meses, muitos deles alegadamente ateados propositadamente para impedir que cheguem à população alvo.

Também têm ocorrido ataques a refugiados ou casos de assédio, aconteceu na quinta-feira na cidade de Clausnitz, quando uma centena de pessoas bloquearam o autocarro em que viajava em um grupo dos refugiados em direção ao seu refúgio.

A polícia local defendeu os seus procedimentos, perante as múltiplas criticas que lhe imputam conivência ou ineficácia contra os manifestantes, responsabilizando parcialmente os próprios refugiados pelo sucedido e afirmando que alguns deles, de dentro do autocarro, teriam feito gestos provocadores aos vizinhos.

A chegada de milhares de refugiados à Alemanha - o país recebeu no ano passado cerca de 1,1 milhões - fez disparar os ataques contra habitações destinadas a requerentes de asilo, já habitadas ou em construção.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG