Apagão no Reino Unido. Alguns aeroportos e ligações ferroviárias afetados

Londres e o sudeste de Inglaterra estão a ser afetados por falhas de energia. Também no País de Gales foram registadas falhas. Eletricidade está a ser reposta

Alguns aeroportos, ligações ferroviárias e semáforos estão a ser afetados por falhas de energia no Reino Unido, está a avançar a BBC. O País de Gales também regista falhas de energia elétrica. A UK Power Networks, empresa de distribuição de eletricidade no Reino Unido, afirmou que há zonas de Londres e no sudeste de Inglaterra que não têm energia elétrica.

A empresa refere que esta situação deverá ter como causa uma falha no National Grid Network, que fornece a eletricidade e gás no Reino Unido.

Em Londres, a falha de energia está a afetar os semáforos e a provocar atrasos nas ligações ferroviárias.

A Network Rail informou que os comboios estiveram parados devido a esta falha de energia, mas refere que o sistema de sinalização já está operacional. Por essa razão avisou os passageiros para possíveis atrasos.

De acordo com o relato de alguns passageiros, a energia foi cortada durante 15 minutos no aeroporto de Newcastle. "Vários alarmes dispararam", disse Scott McKenzie à estação de televisão britânica. "Estávamos literalmente mergulhados na escuridão", afirmou este passageiro de Cardiff. Durante este blackout, as pessoas usaram os telemóveis "como tochas para verem e se deslocarem".

Os aeroportos de Heathrow, Gatwick e Luton não terão sido afetados.

A Western Power Distribution, rede de distribuição de eletricidade para o sudeste de Inglaterra, País de Gales e a zona de Midlands, comunicou que estavam a enfrentar um grave problema na "infraestrutura nacional de eletricidade", pelo que estavam a trabalhar para resolver o problema o mais rápido possível.

Mais tarde, este organismo informou que a energia elétrica já tinha sido restabelecida em "90% dos clientes", tendo pedido desculpa pelo transtorno causado.

Exclusivos