Jimmy Carter: EUA parecem mais uma "oligarquia do que democracia"

O antigo Presidente norte-americano Jimmy Carter defendeu que os Estados Unidos funcionam mais como uma "oligarquia do que como uma democracia", tecendo duras críticas à política externa norte-americana sob a liderança de Donald Trump.

O antigo presidente democrata (1977-1981) considerou que Trump devia falar abertamente com a Coreia do Norte sobre um tratado de paz em vez de lidar com ameaças, e disse não ter esperança que consiga negociar a paz entre Israel e a Palestina, depois de um recuo na política de longa data dos Estados Unidos relativamente à solução de coexistência de dois Estados.

Jimmy Carter falava na terça-feira diante de centenas de apoiantes no Carter Center em Atlanta, no estado da Georgia.

O antigo Presidente norte-americano aproveitou ainda para deixar um conselho a Donald Trump: "Mantenha a paz, promova os direitos humanos e diga a verdade".

Exclusivos

Premium

Nuno Severiano Teixeira

"O soldado Milhões é um símbolo da capacidade heroica" portuguesa

Entrevista a Nuno Severiano Teixeira, professor catedrático na Universidade Nova de Lisboa e antigo ministro da Defesa. O autor de The Portuguese at War, um livro agora editado exclusivamente em Inglaterra a pedido da Sussex Academic Press, fala da história militar do país e da evolução tremenda das nossas Forças Armadas desde a chegada da democracia.

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.