Estados Unidos e Cuba preparam acordo para combate ao narcotráfico

Estão também a ser negociados acordos para estabelecer voos comerciais regulares entre os dois países

Representantes dos governos dos Estados Unidos e Cuba reuniram-se na terça-feira em Washington para tentar fechar um acordo de cooperação no âmbito da luta contra o narcotráfico, o último episódio na aproximação entre os dois países.

Em comunicado, a embaixada de Cuba nos Estados Unidos da América (EUA) indicou que o encontro decorreu "num clima de respeito e profissionalismo" e, ainda que não tenha sido anunciado um acordo concreto, as duas delegações concordaram em relação "à necessidade de criar instrumentos oficiais para formalizar os intercâmbios nesta área".

Estados Unidos e Cuba destacaram a "importância" de avançar na cooperação bilateral para lutar contra o "flagelo" do narcotráfico e fixaram como objetivo "neutralizar com a maior eficácia as atividades dos traficantes de droga".

Esta reunião foi a segunda sobre o tema entre os dois países, depois de uma outra em abril de 2014, com as duas partes a acordar continuar os encontros técnicos. Por sugestão de Cuba, a próxima reunião deverá acontecer em Havana, no verão de 2016.

O Departamento de Estado norte-americano informou, antes do encontro, que este se ia centrar na "discussão sobre formas de deter o fluxo ilegal de estupefacientes a partir e para Cuba e Estados Unidos, e explorar formas em que os países possam cooperar no assunto".

Estão também a ser negociados acordos para estabelecer voos comerciais regulares entre os dois países e recomeçar o correio postal direto. Na semana passada foi alcançado um acordo sobre o ambiente.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG