Esta tradicional aldeia britânica está à venda, com pub e tudo

A aldeia estava na mesma família há gerações, mas agora vai ser vendida - e os seus 375 inquilinos estão receosos

A excêntrica Eve Dawnay herdou uma aldeia inteira quando o pai morreu, em 1964. A aldeia de West Heslerton pertence à família Dawnay há várias gerações, e Eve dedicou-se a ela até à sua morte, em 2010. Deixou para trás uma aldeia perfeitamente preservada, com 375 habitantes, 43 casas, um pavilhão desportivo e mesmo um pub. O que não deixou, porém, foi um herdeiro.

Agora, a família alargada que herdou West Heslerton quer vender. São 20 milhões de libras, ou 25 milhões de euros, pela aldeia inteira de 809 hectares, descrita pela agência imobiliária que a vende como "parada no tempo".

O presidente da junta de freguesia de Heslerton, Bernard Cole, expressou ao The Guardian o receio de alguns dos atuais arrendatários que vivem na aldeia da família Dawnay. "Obviamente que para os inquilinos, alguns dos quais são agricultores, a venda levanta preocupações", afirmou. "Estão sob os mesmos senhorios há tantos anos que se vão perguntar que mudanças vão ser feitas pelos novos donos".

Sublinhando que Eve Dawnay sempre foi "particularmente bondosa", Cole afirmou que a venda está a ser organizada sem que os residentes da aldeia sejam consultados.

Tom Watson, diretor da agência imobiliária Cundalls, reiterou a vontade de que alguém com "uma natureza benevolente" comprasse a aldeia. "Seria perfeito para alguém que quisesse deixar um legado", afirmou. "É uma tela em branco para a próxima geração".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG