Alegado cérebro dos ataques foi preso com 136 quilos de haxixe em 2010

O imã de Ripoll teve ordem de expulsão após quatro anos de prisão, mas juiz considerou que este não constituía "uma ameaça real"

Abedelbaji Es Satty, imã de Ripoll e organizador do grupo responsável pelo ataque a Barcelona e Cambrils foi preso no porto de Ceuta, em 2010, quando embarcava para Algeciras com 136 quilos de haxixe.

Abedelbaji Es Satty foi preso por agentes da Guardia Civil que faziam a inspeção aos veículos que embarcavam no porto da cidade autónoma de Ceuta, no dia 01 de janeiro de 2010, antes de cruzar o Estreito de Gibraltar.

De acordo com uma notícia publicada hoje no jornal El Faro de Ceuta e confirmada pela Efe junto de fontes policiais e judiciais, o traficante foi detido na altura em que os veículos eram inspecionados antes do embarque.

Na altura, a Guardia Civil detetou resina de haxixe dissimulada no teto do veículo.

Abedelbaji Es Satty tinha 37 anos na altura da detenção em Ceuta, que faz fronteira com Marrocos, tendo sido condenado a quatro anos de prisão por "delito contra a saúde pública".

Posteriormente foi transferido para o estabelecimento prisional de Castellón tendo sido libertado em 2014.

Es Satty teve ordem de expulsão do país, mas um juiz revogou a decisão por considerar que este não constituía "uma ameaça real" e demonstrava os seus "esforços de integração na comunidade espanhola".

O imã de Ripoll é um dos dois mortos da explosão ocorrida em Alcanar, (Catalunha) na véspera do ataque de Barcelona, na semana passada, que fez 15 vítimas mortais, entre as quais duas cidadãs portuguesas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG