Escultura de Melania Trump removida após ter sido incendiada

A estátua em madeira da primeira-dama norte-americana foi vandalizada na sua terra natal, na Eslovénia. Acabou por ser removida.

Uma escultura em madeira da primeira-dama dos EUA Melania Trump foi incendiada perto da sua cidade natal na Eslovénia, o que levou à sua remoção.

Brad Downey, o artista americano que trabalhou a estátua, disse que foi atingida em 4 de julho, Dia da Independência nos EUA. O artista residente em Berlim promoveu a remoção da estátua carbonizada no dia seguinte.

A polícia local disse à agência de notícias Reuters que foi iniciada uma investigação.

A escultura de Melania Trump, que tem oito metros de altura e pode ser descrita como tendo apenas uma semelhança grosseira com a primeira-dama americana, foi esculpida num tronco de árvore nos arredores de Sevnica, a cidade natal de Melania, no centro da Eslovénia.

A estátua, que mostra a Sra. Trump vestida com um casaco azul semelhante ao que usava na posse do marido e com uma mão erguida para o céu, recebeu logo críticas quando foi erguida em julho de 2019.

Alguns moradores classificaram a estátua como uma "desgraça", criticando que mais parecia o personagem Smurfs Smurfette do que a primeira-dama.

O artista Brad Downey disse que queria entender quem vandalizou a escultura e qual o motivo. Afirmou esperar que a estátua abra um diálogo sobre a situação política nos EUA, incluindo o debate sobre imigração.

Melania Trump, uma modelo que cresceu na Eslovénia quando fazia parte da Jugoslávia, chegou aos EUA como imigrante nos anos 90.

A estátua na Eslovénia foi um alvo numa altura em que monumentos de líderes norte-americanos ligados à escravatura estão a ser reavaliados como resultado de uma reflexão nacional motivada por protestos anti-racistas.

Em discursos recentes, incluindo no Dia da Independência, o presidente dos EUA, Donald Trump, adotou uma linha dura contra quem vandaliza ou destrói estátuas.

Desde que Trump foi eleito presidente dos EUA em 2016, Sevnica tornou-se um local turístico, pois os visitantes procuram uma visão dos primeiros anos de Melania

Os residentes criaram mesmo várias produtos da marca Melania, incluindo chinelos, bolos e hambúrgueres tipo Trump com "cabelo" de queijo.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG