Empresa dá bónus de 1,6 milhões de euros aos trabalhadores

Quem está na empresa há mais de 20 anos poderá receber até 35 mil euros. CEO da empresa acha a decisão "normal"

A Starterre é uma PME (pequenas e médias empresas) da região de Lyon, França, especializada na venda de automóveis. Os responsáveis pela empresa decidiram, agora que se cumprem os 25 anos do nascimento do negócio, presentear os seus trabalhadores com um bónus surpresa de 1,6 milhões de euros, a dividir por todos os funcionários.

De acordo com o Le Figaro, o presente advém do bom trabalho das pessoas da Starterre e Jean-Louis Brissaud, CEO da empresa, explicou como seria dividido o dinheiro: quem tem menos de três meses de casa, receberá até 500 euros, enquanto quem trabalha na Starterre há mais de 20 anos poderá receber até 35 mil euros.

Brissaud acha a decisão "normal", diz que "para se manter um negócio é preciso ser-se empático e altruísta" e que tal "não é incompatível com o lucro".

A empresa espera vender, até ao final do ano, 17 mil carros, e conseguir em vendas cerca de 250 milhões de euros. A Sarterre, diz o mesmo jornal, está a crescer cerca de 28%.

"Na nossa empresa sempre houve uma gestão participativa. Os nossos funcionários têm trabalhado durante semanas, meses e alguns até anos, investindo bastante em fazer a sociedade florescer, pelo que faz todo o sentido partilhar os benefícios", acrescentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG