Embaixadas alertam cidadãos para ameaça de atentado no Egito

Embaixadas de países ocidentais pedem aos cidadãos que evitem os edifícios oficiais e controlos da polícia ou militares

Várias embaixadas de países ocidentais emitiram hoje alertas aos seus cidadãos no Egito devido a uma ameaça de atentado lançada pelo grupo terrorista Movimento Braços do Egito - Hasm (Determinação).

A ameaça, lançada pela Internet, promete um "Zumbido de balas" para o dia de hoje, 24 de maio, às 19:00 (18:00 em Lisboa), sem especificar o tipo de ataque previsto.

Na mensagem, difundida na sua conta da rede social Telegram, o Hasm coloca uma fotografia de vários polícias mortos num dos atentados que cometeu no passado.

As embaixadas pedem aos cidadãos que evitem os edifícios oficiais e controlos da polícia ou militares, alvos comuns deste grupo terrorista, assim como deslocações pela zona metropolitana da capital egípcia.

A última vez que o Hasm fez uma ameaça deste género, em janeiro, o grupo não concretizou o atentado, publicando antes, à hora marcada, um vídeo em que recordava os seus ataques, sobretudo contra agentes e oficiais da polícia egípcia.

O grupo Hasm surgiu pela primeira vez em julho do ano passado e reivindicou vários ataques, como a tentativa de homicídio do adjunto do procurador geral egípcio, Zakaria Abdelaziz, e o do antigo mufti do Egito, máxima autoridade religiosa muçulmana do país, Ali Gomaa.

Exclusivos