Elizabeth Warren apoia ex-rival Biden na corrida à Casa Branca

A senadora do Massachusetts desistiu da candidatura em março, após ter ficado num dececionante terceiro lugar no seu estado natal.

Elizabeth Warren tornou-se nesta quarta-feira a última ex-adversária de Joe Biden na corrida à presidência a apoiar a candidatura do antigo vice-presidente.

A senadora do Massachusetts desistiu da corrida presidencial, em março, após um dececionante terceiro lugar no seu estado natal. Na altura, recusou-se contudo a endossar de imediato qualquer outra candidatura ainda em campanha.

"Não podemos deixar que Donald Trump continue a pôr em perigo as vidas e meios de subsistência de cada norte-americano", disse Warren numa mensagem vídeo. "E é por isso que tenho orgulho em apoiar Joe Biden para presidente dos EUA", acrescentou.

"Neste momento de crise, é mais importante do que nunca que o próximo presidente devolva a fé dos americanos num governo bom e eficaz -- e já vi o Joe Biden ajudar a nossa nação a reconstruir-se", escreveu no Twitter pessoal.

Na segunda-feira, o senador Bernie Sanders, que tinha abandonado a corrida na passada semana, deixando Biden como candidato único nas primárias democratas, também endossou a candidatura do ex-vice-presidente de Barack Obama.

Com Biden como único candidato, Obama anunciou terça-feira o seu apoio público a Biden.

Joe Biden terá agora de escolher a pessoa que se candidatará a seu vice-presidente, tendo já anunciado que pretende que seja uma mulher.

As eleições presidenciais nos EUA estão marcadas para a primeira terça-feira do mês de novembro, dia 3, com o presidente Donald Trump a concorrer a um segundo mandato pelo Partido Republicano.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG