Planeavam torturar uma pessoa e treinavam em animais

Os jovens filmavam-se a torturarem animais até à morte. Planeavam atacar uma pessoa este mês

A polícia nacional espanhola deteve em Múrcia, Espanha, cinco adolescentes que se filmaram a torturar animais e publicavam os vídeos nas redes sociais. O grupo planeava fazer o mesmo a uma pessoa escolhida ao acaso este mês, no dia do Halloween.

As autoridades começaram a investigar o caso, após terem conhecimento de que andavam a circular vídeos nas redes sociais, em particular no Whatsapp, de animais a serem torturados. Ao mesmo tempo, surgiu a denúncia de um fazendeiro que dizia que algumas das suas cabras tinham sido roubadas, segundo o jornal La Informacion.

Após visionarem vários vídeos, a polícia concluiu que os jovens entravam nas quintas da localidade de Molina de Segura, em Múrcia, para roubar e torturar os animais, principalmente cabras e porcos, mutilando-os até à morte.

Segundo a polícia espanhola, que leu conversas dos jovens num grupo do Whatsapp, os adolescentes planeavam usar a máscara do assassino do filme Pânico e espancar uma pessoa na noite do Halloween.

Os cinco jovens foram detidos e outros dois menores foram identificados. Todos serão acusados de maus tratos a animais e assalto.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG