Dubai. Insulto no Facebook à nova mulher do ex-marido português pode custar dois anos de prisão

Uma mulher britânica arrisca até dois anos de prisão nos Emirados Árabes Unidos por ter usado linguagem ofensiva no Facebook sobre a nova mulher do seu ex-marido, um português.

A organização não-governamental Detained in Dubai alerta que Laleh Shahravesh, de 55 anos, enfrenta até dois anos de prisão e uma multa de 58 mil euros por comentários que fez no Facebook enquanto vivia no Reino Unido em 2016.

Laleh Shahravesh foi presa junto com a filha adolescente no aeroporto de Dubai, em março. Estavam de regresso a Londres depois de terem ido ao funeral do ex-marido de Laleh, que morreu de ataque cardíaco no dia 3 de março.

Segundo a legislação dos Emirados Árabes Unidos, comentários difamatórios nas redes sociais podem ser punidos com penas de prisão.

A filha de 14 anos foi mais tarde autorizada a voar sozinha para casa e está hospedada com parentes. Shahravesh foi solta sob fiança e encontra-se hospedada num hotel, com o passaporte confiscado.

Shahravesh foi casada com o ex-marido durante 18 anos e o casal viveu no Dubai por um período de oito meses. Segundo o jornal britânico Independent , o homem era de nacionalidade portuguesa e chamava-se Pedro Manuel Correia dos Santos.

Mulher e filha regressaram a Londres, enquanto o português permaneceu nos Emirados Árabes Unidos com o plano de se juntar à família mais tarde. Mas Shahravesh recebeu os papéis do divórcio alguns meses depois e, passado pouco tempo, viu fotografias no Facebook do casamento do ex-marido com uma mulher tunisina.

Comentou então na rede social sobre o pai da sua filha: "Espero que vás para o fundo da terra, idiota. Maldito sejas". E sobre a nova companheira: "Trocaste-me por este cavalo."

Um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros britânico disse que os funcionários estão a prestar apoio à cidadã britânica e à sua família após a detenção nos Emirados Árabes Unidos.

Radha Stirling, diretora da Detained In Dubai, explicou que foi a visada pelos comentários quem apresentou queixa e recusa retirá-la. Stirling disse que a filha de Shahravesh vai escrever uma carta ao emir do Dubai a apelar à libertação da mãe.

"Todos estão extremamente abalados pelo que aconteceu, e suponho que será um longo processo de recuperação psicológica para eles", comentou sobre a família.

Stirling pediu ainda às autoridades britânicas para alertarem os britânicos sobre as leis de difamação e de cibercrime dos Emirados Árabes Unidos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG