Dos ténis que se apertam sozinhos aos canhões laser, este foi o ano em que regressámos ao futuro

O ano que agora acaba viu surgir algumas invenções imaginadas há décadas

O filme Regresso ao Futuro II só falhou por um ano: foi em 2016 e não em 2015, como mostra a película que Robert Zemeckis realizou em 1989, que a Nike comercializou os ténis com atacadores automáticos. E, ainda mais surpreendente, foi também este o ano que o Chicago Cubs venceram a World Series do futebol americano, 108 anos depois -- "previsão" igualmente feita no filme em que Michael J. Fox viaja até ao futuro.

Ainda que os carros voadores continuem a ser um mito, não foram apenas estes os sonhos da ficção que este ano se tornaram realidade - como os canhões laser, por exemplo. Veja em baixo os principais:

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG