Donald Trump pode estar a violar a lei ao apagar tweets

Dois congressistas enviaram uma carta à Casa Branca a avisar da situação

Donald Trump é um ávido utilizador do Twitter. Um pouco menos agora que é Presidente dos EUA, mas mesmo assim utiliza a rede social diversas vezes. Por vezes, engana-se e apaga tweets, corrigindo-os depois. Acontece que tal ato pode ser uma violação da lei, de acordo com dois congressistas.

Jason Chaffetz, republicano, e Elijah Cummings, democrata, presidente e membro, respetivamente, de um comité de supervisão, o House Oversight Committee, enviaram uma carta ao conselheiro da Casa Branca Don McGhan, onde expressam preocupação sobre os hábitos de Donald Trump no Twitter, segundo o Huffington Post

Um dos exemplos citados é o facto de Trump apagar tweets quando se engana a escrever algo, como aconteceu recentemente.

Tal pode significar a violação de uma lei de arquivamento de informação presidencial, o Presidential Records Act, se os tweets apagados não forem guardados.

"Muitas das mensagens enviadas das contas [de Twitter de Donald Trump] podem muito bem ser registos presidenciais e, por isso, devem ser preservados", lê-se na carta. E referem-se às duas contas de Trump, a pessoal e a presidencial.

"Foi reportado que o Presidente Trump tem apagado tweets, e se esses tweets não forem arquivados, o facto pode violar o Presidential Records Act", acrescentam os dois congressistas.

Na administração Obama foi criado um sistema em que os tweets se arquivavam automaticamente. Isto era válido não só para o Presidente como também para indivíduos em cargos de topo.

Ainda na carta, Chaffetz e Cummings questionam a Casa Branca se oficiais federais estão a usar contas pessoais de email para atos e assuntos governamentais. De acordo com a lei, oficiais da Casa Branca devem enviar esses emails para as suas contas governamentais no espaço de 20 dias. O mesmo funciona para empregados de agências federais.

"Atos oficiais devem ser conduzidos de forma a preservar registos das ações tomadas pelo governo federal e os seus empregados", dizem também na carta enviada.

Pedem também à Casa Branca para trabalhar o arquivamento relativamente às publicações e uso das redes sociais, emails e outro tipo de serviços de mensagens eletrónicos. Clarificar as condutas e procedimentos é urgente, acrescentam.

Da parte da administração Trump e da Casa Branca ainda não houve qualquer comentário sobre o assunto.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG