Descobertas seis cidades enterradas umas sob as outras

Cada cidade da China Antiga está enterrada vários metros sob aquela que a sucedeu. A mais antiga estava 12 metros abaixo do solo

Arqueólogos chineses desenterraram seis cidades antigas, construídas sobre as ruínas umas das outras, no mesmo local arqueológico, no centro da China, informou hoje o jornal de Hong Kong South China Morning Post.

A descoberta ocorreu em Xinzheng, na cidade de Kaifeng, uma das mais antigas do país asiático e capital de várias dinastias da China Antiga.

A primeira cidade construída, chamada Kailang, remonta à época dos Reinos Combatentes (575 - 221 AC, período imediatamente anterior à primeira unificação da China), enquanto a mais recente data da última dinastia imperial, a Qing (1644-1911).

O local onde outrora existiam as cidades está situado na margem sul do rio Amarelo, o que levou à degradação das antigas construções - devido a inundações ou resíduos deixados pela corrente.

As primeiras notícias sobre a possível existência destas seis cidades foram publicadas no ano 2006, ainda que as escavações só tenham arrancado em 2012. Os resultados do projeto, batizado "Cidade sobre Cidade", só foram divulgados agora.

Cada cidade está enterrada vários metros sob aquela que a sucedeu e Kailang, a mais antiga, estava 12 metros abaixo do solo, destacou o South China Morning Post.

As seis cidades apresentam semelhanças no desenho urbanístico, com as construções ordenadas num rígido eixo norte-sul, obedecendo ao conceito tradicional chinês de geomancia.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.