Decapitados dois reféns sequestrados no sul das Filipinas

Um grupo de insurgentes fez reféns seis trabalhadores de uma serralharia de Butig

As autoridades das Filipinas encontraram os corpos decapitados de dois trabalhadores que foram sequestrados no início do mês por extremistas no sul do país, informam hoje os 'media' locais.

O porta-voz do Comando de Mindanao Ocidental, comandante Filemon Tan, disse aos jornalistas que os corpos foram encontrados na terça-feira em sacos na cidade de Butig, na ilha de Mindanao, a 820 quilómetros a sudeste de Manila, segundo o diário Manila Bulletin.

Um grupo de insurgentes fez reféns seis trabalhadores de uma serralharia de Butig, no passado dia 04, porque, segundo indicaram, eram informantes dos militares, e dias depois deixaram quatro dos reféns em liberdade.

Para libertar os dois restantes exigiram 20 milhões de pesos (384 mil euros).

Exclusivos