Covid-19. Casos confirmados no Brasil aumentam para 291

São Paulo continua a ser o estado mais afetado pela Covid-19, com 164 infetados, seguindo-se o Rio de Janeiro

O Brasil tem 291 casos confirmados do novo coronavírus e monitoriza 8.819 casos suspeitos, após ter sido hoje anunciada a primeira morte causada pela Covid-19 no país, informou o Ministério da Saúde.

Segundo o Governo brasileiro, a idade média dos infetados é de 42 anos, sendo que o país já descartou 1.890 casos suspeitos.

São Paulo continua a ser o estado mais afetado pela Covid-19, com 164 infetados, seguindo-se o Rio de Janeiro com 33 casos confirmados.

Estes são também os únicos estados brasileiros que registam casos de transmissão comunitária, que é quando há uma maior difusão do vírus, e as autoridades de saúde já não conseguem identificar a trajetória de infeção.

Em conferência de imprensa, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, apelou para que os doentes sem sintomas graves façam os seus tratamentos no domicílio, de forma a libertar camas para os pacientes em estado mais grave.

Foi ainda em São Paulo que foi anunciada hoje a primeira morte causada pelo novo coronavírus, um homem de 62 anos que estava internado num hospital privado e que tinha histórico de hipertensão e diabetes.

A vítima mortal morava na zona sul de São Paulo e não tinha viajado ao exterior.

O infetologista David Uip, coordenador do Centro de Contingência para o novo coronavírus no estado de São Paulo, explicou que o homem teve sintomas da doença no dia 10 de março, tendo sido internado quatro dias depois, e morrido na tarde de segunda-feira.

David Uip disse ainda que existem quatro outros óbitos, no mesmo hospital, cuja ligação ao novo coronavírus ainda está a ser investigada.

Nos últimos dias, a primeira vítima mortal no Brasil teve contacto próximo com os pais, ambos com mais de 80 anos, com o irmão de 61, e com as duas irmãs, de 60 e 55 anos.

Ao jornal O Globo, o irmão da vítima disse que os cinco familiares relataram sintomas como tosse, febre e falta de ar, mas ainda não conseguiram fazer o teste para a Covid-19.

Após a primeira morte em território brasileiro, o ministro da Saúde afirmou que "ainda não tem condições de indicar a letalidade" que o vírus terá no país, acrescentando que o "Brasil é um país jovem" e que ainda tem muitas questões acerca do comportamento da Covid-19.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou mais de 189 mil pessoas, das quais mais de 7.800 morreram.

Das pessoas infetadas em todo o mundo, mais de 81 mil recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 146 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Os países mais afetados depois da China são a Itália, com 2.503 mortes para 31.506 casos, o Irão, com 988 mortes (16.169 casos), a Espanha, com 491 mortes (11.178 casos) e a França com 148 mortes (6.633 casos).

Face ao avanço da pandemia, vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG