Controverso ex-presidente de Toronto morre de cancro

Os últimos anos de Rob Ford foram polémicos, devido ao consumo de drogas e envolvimento com prostitutas.

Rob Ford, ex-presidente da Câmara de Toronto, Canadá, morreu hoje, aos 46 anos, vítima de cancro. Os últimos anos da sua carreira política ficaram marcados por muitas polémicas, a maioria relacionada com o consumo de álcool e drogas, que o tornaram conhecido a nível internacional.

"A família pede que respeitem a privacidade e se juntem no luto e nas orações", diz uma mensagem dos familiares de Rob Ford citada pela Canadian Broadcasting News.

O estado de saúde do antigo autarca agravara-se nas últimas horas, tendo começado a receber cuidados paliativos, depois de os últimos tratamentos de quimioterapia terem falhado.

Rob Ford ganhou fama internacional depois de várias controvérsias relacionadas com o consumo de álcool e drogas e com a contratação de prostitutas.

Em maio de 2013, o jornal Toronto Star e o blogue Gawker avançaram a existência de um vídeo, no qual o autarca surgia a fumar crack. Rob Ford recusou comentar, alegando que não podia comentar algo que nunca vira. Desafiou até a polícia a adquirir o vídeo e publicá-lo.

As autoridades conseguiram, de facto, ter acesso às imagens, mas só em outubro, e confirmaram que estas faziam justiça àquilo que a imprensa havia relatado. Perante isso, Rob Ford viu-se obrigado a admitir o consumo de "crack". No entanto, desmentiu ser viciado.

"Sim, eu fumei crack", disse. "Sou viciado? Não. Experimentei? Provavelmente numa das minhas bebedeiras, provavelmente há aproximadamente um ano", acrescentou Rob Ford, seis meses depois de rumores e especulações.

Após os escândalos, o então autarca de Toronto acabou por ficar com os seus poderes reduzidos. "Eu faria exatamente a mesma coisa se houvesse um mayor a comportar-se como eu me comportei", reagiu Rob Ford.

Apesar disso, o político não desistiu e no início de 2014 avançou com uma nova candidatura à Câmara de Toronto. Em setembro, contudo, teve de desistir das eleições quando lhe foi diagnosticado lipossarcoma pleomórfico, um tumor raro e difícil de combater nos tecidos moles.

"É com o coração apertado que vos digo que não estou capaz de prosseguir a campanha para a minha reeleição como presidente", disse Rob Ford num comunicado à população.

"Agora poderei ter de viver o combate da minha vida", acrescentou o polémico autarca.

O combate terminou hoje e Rob Ford perdeu-o.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG