Confirmado primeiro caso de transmissão de coronavírus nos Estados Unidos

Autoridades de saúde identificaram primeiro caso de transmissão do coronavírus em solo norte-americano, o de um homem que contraiu a doença a partir da mulher dele

As autoridades de saúde dos Estados Unidos anunciaram esta quinta-feira o primeiro caso de transmissão do novo coronavírus (2019-nCoV) em solo-norte-americano, o de um homem que foi infetado pela mulher dele.

"A segunda pessoa em Illinois que acusou positivo no teste do coronavírus é um residente de Chicago e é marido da mulher que é o primeiro caso confirmado em Illionois", afirmu Robert Redfield, diretor dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças.

O primeiro caso confirmado era o de uma mulher de 60 anos que viajou recentemente até Wuhan, na China, onde o vírus foi detetado pela primeira vez. Porém, o marido dela não viajou para a China.

O novo coronavírus (2019-nCoV) foi detetado pela primeira vez na cidade de Wuhan, na província de Hubei (centro da China), no fim do ano.

O mais recente balanço das autoridades chinesas dá conta de 170 mortos, todos verificados na China, e mais de 7.700 pessoas infetadas.

Além do território continental da China, foram reportados casos de infeção em Macau, Hong Kong, Taiwan, Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos da América, Singapura, Vietname, Nepal, Malásia, Austrália, Canadá, Alemanha, França (primeiro país europeu a detetar casos), Finlândia, Índia, Filipinas e Emirados Árabes Unidos.

Vários países acionaram nos últimos dias planos para retirar os respetivos cidadãos que tivessem manifestado vontade de sair do território chinês.

Um grupo de 17 portugueses, que se encontram em Wuhan, cidade atualmente isolada e em quarentena, vai ser retirado na sexta-feira, disse hoje um deles à agência Lusa.

O avião, que vai fazer o repatriamento dos cidadãos portugueses e de outros europeus desde aquela cidade, saiu hoje de manhã do aeroporto de Beja.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG