Ciclone Idai. Número de mortos em Moçambique sobe para 242

Há ainda 15 mil pessoas a precisarem de ser resgatadas e 30 portugueses por localizar

O número de mortos por causa do ciclone Idai continua a aumentar. Em Moçambique as vítimas mortais aumentaram para 242, esta quinta-feira, segundo o ministro da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural do país, Celso Correia, citado pela agência Reuters.

Há ainda cerca de 15 mil pessoas que precisam de ser resgatadas. Numa altura em que também os centros de desalojados começam a ficar sem mantimentos; Celso Correia indica que 30% destes pontos de ajuda estão já sem recursos alimentares.

O ciclone tropical está a revelar-se o pior da última década, na região do sudoeste do Índico. E tudo indica que os números desta tragédia vão continuar a subir. O presidente moçambicano, Filipe Nyusi, afirmou que os mortos podem vir a ser mais de mil.

Além de Moçambique, a tempestade atingiu o Zimbabwe, onde morreram 98 pessoas, e o Malawi, onde se registaram 56 vítimas mortais.

Estão também por localizar 30 portugueses.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG