UNICEF alerta: cerca de 400 mil crianças em risco de morrer de fome

Num relatório, a UNICEF assinala que 3,8 milhões de pessoas, incluindo 2,3 milhões de crianças, necessitam de ajuda humanitária no Kasai

Cerca de 400.000 crianças "correm o risco de morrer" de fome na região de Kasai no centro da República Democrática do Congo (RDCongo), alertou sexta-feira o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Num relatório divulgado em Kinshasa, a UNICEF assinala que 3,8 milhões de pessoas, incluindo 2,3 milhões de crianças, necessitam de ajuda humanitária no Kasai.

Adianta que metade das crianças com menos de cinco anos, à volta de 770.000, sofrem de desnutrição aguda, das quais 400.000 estão gravemente desnutridas e correm perigo de vida.

A região de Kasai era uma das mais ricas e pacífica da RDCongo até 2016, quando começou a violência entre forças governamentais e milícias tribais devido a uma disputa com um chefe local, tendo o conflito levado ao recrutamento de milhares de crianças por grupos armados.

"O conflito e o deslocamento continua a ter consequências devastadoras para as crianças em Kasai", disse a subdiretora executiva da UNICEF, Fatoumata Ndiaye, acabada de regressar de uma missão na zona.

Para ajudar as crianças daquela região da RDCongo, a UNICEF pediu 74 milhões de euros, dos quais apenas obteve 25%.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG