Puigdemont atrasa para terça-feira comparência no parlamento da Catalunha

Presidente do governo regional tinha previsto comparecer no parlamento na segunda-feira, na sessão que foi invalidada pelo Tribunal Constitucional

O chefe do governo da Catalunha, Carles Puigdemont, pediu hoje para comparecer no parlamento regional na terça-feira, 10 de outubro, atrasando em um dia as explicações à assembleia sobre os passos que conta dar depois do referendo de autodeterminação.

Fontes parlamentares do parlamento regional, citadas pela agência espanhola Efe, indicaram que Puigdemont pediu a deslocação para explicar "a situação política atual", o que substitui a comparecência pedida anteriormente para segunda-feira, 09 de outubro, que foi invalidada pelo Tribunal Constitucional.

O tribunal espanhol tomou esta decisão na quinta-feira, depois de um recurso apresentado pelo Partido Socialista da Catalunha (PSC), por desconfiar da possibilidade de Puigdemont se estar a preparar para validar os resultados do referendo de autodeterminação e declarar a independência da Catalunha.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG