Casa Branca: mulheres que acusam Trump de assédio estão a mentir

Perante os escândalos de agressão sexual que têm vindo a público, repórter questionou porta-voz da Casa Branca sobre as acusações a Donald Trump durante a campanha presidencial

A Casa Branca informou ontem, sexta-feira, os jornalistas, de que a posição oficial em relação às mulheres que acusaram Donald Trump de assédio sexual é a mesma do presidente: elas estão a mentir.

Numa conferência de imprensa, a porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, foi questionada por um repórter da CBS, que decidiu abordar o assunto perante os vários escândalos de abuso sexual em Hollywood que têm vindo a público.

O jornalista referiu que Trump considerava as alegações de todas estas mulheres "fake news", ou notícias falsas, e perguntou: "A posição oficial da Casa Branca é de que todas estas mulheres estão a mentir?". A resposta foi imediata: "Sim, fomos claros desde o início e o presidente já falou sobre o assunto". Sem mais comentários, Sarah Sanders passou rapidamente para outra questão, revela o The Guardian.

Durante a campanha presidencial, várias mulheres acusaram Donald Trump de assédio sexual, ainda que o presidente não tenha sofrido qualquer consequência ao nível de funções ou até da imagem pública, ao contrário do que aconteceu recentemente com o produtor Harvey Weinstein. Acusado de agredir sexualmente várias mulheres, Weinstein foi despedido da empresa que fundou e expulso da Academia de Cinema e Ciências Cinematográficas dos EUA.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG