"Carta a Deus" de Einstein foi vendida por 2,6 milhões de euros

Carta do físico foi a leilão em Nova Iorque e acabou por ser vendida por valor muito superior ao estimado.

A "Carta a Deus" de Albert Einstein foi vendida por 2,8 milhões de dólares (cerca de 2,6 milhões de euros), esta terça-feira, no Rockefeller Centre, em Nova Iorque. Valor muito superior ao estimado pela leiloeira Christie's, responsável pela venda, que tinha previsto que o documento valesse cerca de 1,5 milhões de dólares (cerca de 1,3 milhões de euros).

O Nobel da Física escreveu o texto um ano antes da sua morte, em 1954, como resposta ao livro "Choose Life: The Biblical Call to Revolt", do filósofo alemão Eric Gutkind. Na carta, Einstein revela que não acreditava em Deus. "Deus não é nada para mim senão a expressão do produto das fraquezas humanas e a Bíblia uma coleção de lendas veneráveis mas bastante primitivas", pode ler-se no documento, citado pela BBC.

A carta foi descoberta em 2008 e foi a leiloada por cerca de 355 mil euros, em Londres, pela primeira vez. Até então estava na posse dos herdeiros de Gutkind.

Einstein nasceu em 1879 em Ulm, na Alemanha, e morreu em 1955 em Princeton, Nova Jérsia, Estados Unidos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG