Carro atropela cruzes amarelas que representam independentistas presos

As 2500 cruzes foram erguidas este sábado na Plaça Major de Vic, na província de Barcelona, para reivindicar a libertação dos políticos independentistas catalães que estão presos.

Menos de 24 horas depois de um grupo de voluntários ter erguido 2500 cruzes amarelas na praça central de Vic, na província de Barcelona, um automobilista passou com o carro por cima delas, evitando por pouco algumas pessoas que estavam no local.

As cruzes amarelas transformam a praça num cemitério simbólico em solidariedade com os líderes independentistas catalães que estão detidos, acusados de rebelião e sedição na organização do referendo de 1 de outubro e consequente declaração unilateral de independência. A ideia era estarem de pé até esta tarde, devendo ser apadrinhadas para recolha de fundos para a caixa de solidariedade dos presos.

O vídeo do que aconteceu foi partilhado pela presidente da câmara da localidade, Anna Erra, no Twitter. "Denunciamos energicamente este atentado contra a liberdade de expressão em Vic. Não vamos cair em provocações. Continuaremos a reivindicar a nossa coagida liberdade de expressão", escreveu, acrescentando um hashtag onde se lê: "Queremo-los em casa livres".

No vídeo, ouvem-se gritos das pessoas e insultos ao condutor, com algumas pessoas a tentar atingir o automóvel com pontapés.

Outro vídeo, gravado por alguém que estava numa esplanada, foi publicado no YouTube pelo jornal La Vanguardia.

Numa outra mensagem, na sua conta pessoal, Anna Erra considera este incidente "deplorável contra a segurança das pessoas e a liberdade de expressão" e revela que as autoridades estão à procura dos responsáveis "por esta atitude vergonhosa e preocupante".

Várias pessoas nas redes sociais já identificaram o condutor, sendo possível em vários vídeos ver a matrícula do carro, um Citroën cinzento.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG