Brexit. 700 mil nas ruas de Londres. Exigem um segundo referendo

É a maior manifestação de sempre contra o resultado do primeiro referendo.

Estão contra a saída do Reino Unido da União Europeia e por isso saíram à rua, este sábado, para exigir que o Governo britânico faça uma segunda votação pública sobre o Brexit. Os organizadores referem que pelo menos 700 mil participam na marcha que acontece nas ruas de Londres. É a maior manifestação de sempre contra o resultado do primeiro referendo.

Os manifestantes muniram-se da bandeira azul e dourada da UE e seguraram cartazes onde exigem outro referendo. A marcha é o culminar de mais uma semana complicada no que diz respeito às negociações que Theresa May tem mantido com os líderes da União Europeia, em Bruxelas. May voltou a ceder e foi criticada até pelo seu próprio partido.

Faltam apenas cinco meses para a saída do Reino Unido da UE e ainda não há consenso sobre o futuro acordo comercial que o país vai assinar. Os manifestantes exigem que se possam pronunciar sobre os termos em que este acordo será feito.

"As pessoas acham que as negociações do Brexit são uma confusão total, não acreditam que o Governo possa cumprir as promessas feitas", disse James McGrory, um dos organizadores da marcha, acrescentando que os eleitores devem ter o direito de mudar de ideias porque a decisão afetará as suas vidas durante várias gerações.

Exclusivos