Boeing 737 derrapa na pista e parte-se em dois. Pelo menos 18 mortos e 127 feridos

Dois pilotos entre as vítimas mortais. 18 feridos em estado grave. Avião caiu num vale após derrapar na pista

Um avião com cerca de 190 pessoas a bordo derrapou na pista durante a aterragem no aeroporto de Calecute, caiu num vale e partiu-se em dois.

De acordo com a imprensa indiana, que cita fontes oficiais, registaram-se pelo menos 18 óbitos, incluindo dois pilotos, e 127 feridos, entre os quais 18 em estado grave.

A missão de resgate já foi dada como concluída.

O aparelho da Air India Express, fazia a ligação entre o Dubai e a cidade indiana, num voo de repatriamento.

"O voo Dubai-Calecute Air India (IX-1344) derrapou durante a aterragem no aeroporto de Karipur por volta das 19.45 [hora local] de hoje [sexta-feira]", disse a agência de notícias ANI, citando a polícia de Kondotty.

Equipas de emergência foram enviadas para o local.

"De acordo com as primeiras informações, havia 184 passageiros a bordo. A aeronave derrapou e caiu num vale situado perto do aeroporto. Não há vítimas confirmadas até agora e as operações de resgate estão em andamento", afirmou PG Prafeesh, chefe das operações Air India Express, ao Khaleej Times.

Segundo a imprensa indiana, os passageiros estão a ser transferidos para o hospital, de acordo com relatos. A chuva forte está a atrapalhar as operações de resgate.

Relatos de várias publicações indianas dão conta da presença de dezenas de pessoas nos hospitais locais.

Segundo relatos da imprensa local, apesar de se ter partido em dois, o avião não se incendiou, tendo os passageiros sido retirados do aparelho.

O avião, um Boeing 737 da companhia Air Índia Express, subsidiária da companhia Air India, proveniente do Dubai, com 191 pessoas a bordo, saiu da pista e partiu-se em dois ao aterrar no aeroporto de Kozhikode, no estado de Querala (sul da Índia).

Desconhecem-se as causas do acidente, mas uma cadeia de televisão local apontou um problema no trem de aterragem. Nada, porém, foi confirmado oficialmente.

"O voo AI1344, da Air India Express, procedente do Dubai, resvalou hoje na pista do aeroporto de Kozkikode. A aeronave apresenta danos", indicou o diretor-geral da Força Nacional de Resposta a Desastres, S. N. Pradhan, na rede social Twitter.

Também o ministro do Interior indiano, Amit Shah, igualmente através do Twitter, disse ter ficado "perturbado" ao saber do "trágico acidente".

Um deputado indiano, citado pela imprensa local, afirmou que pelo menos o piloto do aparelho morreu, o que se veio a confirmar. Relatos de várias publicações indianas davam inicialmente conta da existência de 30 a 40 passageiros hospitalizados.

A cadeia de televisão indiana televisão NDTV mostrou imagens do local do acidente e da retirada dos passageiros do aparelho, bem como de um dos hospitais para onde foram transportados vários feridos.

O sul da Índia, em particular o estado de Querala, tem sido assolado com fortes chuvas nos últimos dias, tendo esta sexta-feira morrido 15 pessoas num deslizamento de terras no distrito montanhoso de Idukki.

Atualizado às 10:30 de 8 de agosto

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG