Avião aterra de emergência depois de janela no cockpit rachar

Incidente feriu o copiloto no rosto e chegaram a ser libertadas máscaras de oxigénio

Um Airbus A318 foi obrigado a aterrar de emergência na China, após a janela do cockpit ter rachado e ferido o copiloto no rosto, informou a Administração de Aviação Civil da China.

O avião, que se deslocava desde Chongqing, no centro da China, para a capital do Tibete, Lhasa, no sudoeste, aterrou a meio da viagem, na cidade de Chengdu.

Apesar do incidente, os 119 passageiros do voo, operado pela companhia aérea chinesa Sichuan Airlines, saíram ilesos, e apenas um outro membro da tripulação sofreu ferimentos ligeiros, durante a aterragem.

O comunicado da Administração de Aviação Civil da China afirma que está a decorrer uma investigação para apurar as causas do incidente

Fotografias tiradas pelos passageiros e difundidas no portal do Diário do Povo, o jornal oficial do Partido Comunista Chinês, mostram que as máscaras de oxigénio foram libertadas.

Outras imagens sugerem que uma das janelas do cockpit foi totalmente removida.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG