Autópsias confirmam uso de armas químicas no ataque

Governo turco revelou o resultado das autópsias realizadas a três cadáveres

O ministro da Justiça da Turquia, Bekir Bozdag, anunciou hoje que as autópsias a três vítimas do ataque de terça-feira em Khan Sheikhun, noroeste da Síria, confirmam o uso de armas químicas.

"Foram feitas autópsias a três cadáveres levados de Idlib [a província em que se situa Khan Sheikhun] para Adana [sul da Turquia]. Participaram representantes da Organização Mundial de Saúde e da Organização para a Proibição de Armas Químicas [OPAQ]. O resultado das autópsias comprovou o uso de armas químicas", disse.

Mais de 80 pessoas morreram e perto de duas centenas ficaram feridas no ataque. Cerca de 60 feridos foram levados para a Turquia para serem tratados e três deles morreram, segundo as autoridades turcas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG