Áustria vai construir vedação na fronteira com a Eslovénia

A vedação de rede, terá 2,2 metros de altura, será a primeira entre dois países membros do espaço de livre circulação europeu Schengen

O governo da Áustria anunciou hoje que vai construir uma vedação de rede de 3,7 quilómetros de comprimento na fronteira com a Eslovénia para assegurar a entrada ordenada de migrantes pelo posto fronteiriço de Spielfeld.

A vedação, que deverá estar terminada dentro de menos de seis semanas, será a primeira entre dois países membros do espaço de livre circulação europeu Schengen.

"Estamos a falar de uma entrada ordenada e não de uma barreira", disse à imprensa o chefe de gabinete do chanceler austríaco Werner Faymann, Josef Ostermayer.

Nas imediações da fronteira haverá contentores com arame farpado que apenas será utilizado se houver problemas, acrescentou.

A vedação de rede terá 2,2 metros de altura.

A decisão austríaca foi anunciada um dia depois de o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, ter afirmado que o Espaço Schengen está à beira do colapso e a única forma de o salvar é repor o controlo nas fronteiras internas da União Europeia (UE).

A Áustria tinha previsto inicialmente instalar uma vedação de 25 quilómetros de comprimentos, mas, segundo a ministra do Interior, Johanna Mikl-Leitner, a Eslovénia pediu que não o fizesse "para já".

"Eles ofereceram-se para reforçar as medidas de segurança na fronteira erguendo uma vedação para criar um corredor de segurança e reforçar as patrulhas da polícia do lado esloveno para impedir atravessamentos de fronteira [não-oficiais]", disse a ministra.

Se o reforço da segurança pela Eslovénia não for suficiente, Viena está preparada para construir a vedação de 25 quilómetros, acrescentou.

A Áustria e a Eslovénia partilham uma fronteira de 330 quilómetros e são ambos importantes países de trânsito dos milhares de migrantes que fazem a chamada rota dos Balcãs para chegar ao norte da Europa.

A maioria não permanece no país, mas a Áustria espera um recorde de 95.000 pedidos de asilo em 2015.

Há dois dias, a Eslovénia anunciou a construção de uma vedação de arame farpado na fronteira que partilha com a Croácia, não-membro de Schengen.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG