Atentado na Turquia causa pelo menos sete mortos e 20 feridos

O ataque visou um autocarro que transportava polícias na cidade de Diyarbakir

Uma bomba num automóvel matou sete polícias turcos e deixou mais de 20 pessoas feridas na cidade turca de Diyarbakir esta quinta-feira, confirmou à agência Reuters fonte oficial do governo. Diyarbakir é a maior cidade no sudeste da Turquia, região de maioria étnica turca. O primeiro-ministro turco deverá visitar a cidade amanhã.

O ataque visou um autocarro que transportava membros das forças especiais da polícia turca, disse uma fonte ligada à defesa, acrescentando que há civis entre os feridos. A explosão de um carro estacionado atingiu o veículo quando este passava junto de uma estação de autocarro em Diyarbakir, disse a televisão Haberturk.

O sudeste da Turquia tem sido abalado por ondas de violência desde julho do ano passado, quando ruiu o cessar-fogo entre o partido ilegal PKK, independentista curdo, e o governo turco.

O ataque ainda não foi reivindicado. Um grupo associado ao PKK reivindicou dois ataques à bomba na capital turca de Ancara este ano. O primeiro, no dia 17 de fevereiro, visava um autocarro do exército e matou 29 pessoas, a maioria soldados. O segundo, menos de um mês depois, matou 37 pessoas numa estação de transportes públicos.

Exclusivos