Ataques aéreos fizeram 68 mortos no Iémen

Primeiro ataque matou 54 civis, incluindo oito crianças, e o segundo provocou a morte de 14 pessoas, todas da mesma família

Pelo menos 68 pessoas morreram no Iémen na sequência de dois ataques aéreos da coligação dirigida pela Arábia Saudita contra os rebeldes houthis, disseram hoje as Nações Unidas.

O primeiro ataque atingiu "um mercado muito frequentado" na província de Taez (sudoeste do país) tendo provocado a morte a 54 civis, incluindo oito crianças, disse o coordenador das missões humanitárias da ONU no Iémen, Jamie McGoldrick, através de um comunicado.

O segundo bombardeamento matou 14 pessoas, todas da mesma família, na província de Hodeida, próximo do Mar Vermelho, acrescenta o mesmo comunicado das Nações Unidas.

Exclusivos