As imagens e os vídeos do sequestro no castelo

Os momentos de confusão foram captados em vídeos, que mostram os homens armados e a ação da polícia

Este domingo um grupo armado fez turistas reféns no castelo de Karak, na Jordânia, um monumento conhecido por ser um dos maiores castelos construídos pelos Cruzados, após terem disparado contra polícias nas ruas e numa esquadra.

Sete pessoas morreram, entre as quais quatro polícias e três civis, incluindo uma turista canadiana, durante a troca de tiros entre agentes da autoridades e suspeitos armados. Outras 29 pessoas ficaram feridas, algumas em estado grave.

Os momentos de terror e pânico foram captados em vídeo e partilhados nas redes sociais. O primeiro vídeo mostra os homens armados no castelo, onde um número incerto de turistas foi feito refém.

Nas ruas de Karak reinava o caos e a confusão. A cidade estava em alerta e as autoridades moviam-se com urgência.

Foi ainda partilhado um vídeo gravado dentro da esquadra da polícia enquanto esta era atacada, que mostra como os agentes reagiam à ameaça.

As forças de segurança da Jordânia acabaram por conseguir dominar os homens armados e libertar os turistas no castelo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG