Apesar das declarações ameaçadoras, Kim Jong-un aceita ajuda americana

Fundação de Washington ajuda país a combater a tuberculose

Apesar das declarações ameaçadoras de Kim Jong-un contra os Estados Unidos, a Coreia do Norte aceita ajuda de uma ONG norte-americana para combater a tuberculose no país, segundo avança o jornal britânico The Telegraph.

A Fundação Eugene Bell, uma organização baseada em Washington e dedicada a combater a tuberculose na Coreia do Norte, entregou o primeiro pacote de medicamentos desde os testes nucleares de janeiro, e não registou qualquer tipo de problemas.

"Apesar das tensões na península da Coreia este ano, podemos anunciar que o nosso primeiro pacote de medicamentos para o nosso programa de tratamento contra a tuberculose multirresistente já chegou à Coreia do Norte", diz um anúncio partilhado na organização.

No entanto, há um problema de fundo. A Fundação tem 12 centros de tratamento na Coreia do Norte, onde a tuberculose é um problema de saúde público sério, e só tem medicamentos para assegurar tratamentos até abril. "Se nada for feito rapidamente, os nossos doentes vão falhar o tratamento e morrer", disse Stephen Linton, da Fundação Eugene Bell, ao jornal.

O problema agravou-se depois de a Coreia do Sul ter cortado a ajuda humanitária, com o agravar das tensões causado pelos testes nucleares.

Exclusivos