Antigo primeiro-ministro eleito Presidente da Somália

A Somália está a tentar constituir o seu primeiro governo central em 25 anos

Um antigo primeiro-ministro, com cidadania somali e norte-americana, foi declarado o novo Presidente da Somália.

O Presidente cessante, Hassan Sheik Mohamud, aceitou a derrota após duas rondas de votação, e o antigo primeiro-ministro somali, Mohamed Abdullahi Farmajo, foi declarado o novo chefe do Governo e rapidamente prestou juramento.

"Fez-se história, nós tomámos este caminho na direção da democracia e agora quero felicitar Mohamed Abdullahi Farmajo", disse Mohamud.

Com 184 votos, Farmajo obteve mais de metade dos votos dos 329 deputados.

Este resultado não permitiu obter a maioria de dois terços necessários para ser proclamado vencedor na segunda volta do escrutínio, mas o candidato colocado em segundo lugar, o Presidente cessante, reconheceu a sua derrota, evitando a realização de uma terceira ronda.

A Somália está a tentar constituir o seu primeiro governo central em 25 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG