Agente da polícia resolve disputa a dançar e até Obama elogiou

Vídeo do momento tornou-se viral e foi comentado no Twitter pelo Presidente dos EUA

Uma agente da polícia de Washington conseguiu fazer dispersar um grupo de adolescentes recorrendo a um método pouco habitual: a dança.

A polícia tinha sido chamada a intervir após uma agressão. Para evitar novos confrontos, a agente pediu aos jovens que ali se encontravam para abandonarem o local, mas uma rapariga de 17 anos decidiu desafiar a ordem e começou a dançar Nae Nae, um estilo de hip hop norte-americano, numa atitude de confronto. Não ficou sem resposta: a agente disse-lhe que tinha melhores movimentos e as duas começaram a competir, fazendo da rua uma pista de dança. A condição foi só uma: se a agente ganhasse o "concurso" improvisado, a jovem e os amigos teriam de abandonar o local.

A competição decorreu durante alguns minutos, até que Aaliyah Taylor, a jovem, parou devido ao cansaço. No final, as duas mulheres declararam-se vencedoras, abraçaram-se e os jovens dispersaram, mas o vídeo da dança tornou-se viral e mereceu até um comentário do Presidente dos Estados Unidos no Twitter. "Quem diria que o policiamento também podia envolver Nae Nae? Grande exemplo da polícia a divertir-se enquanto nos mantém seguros", escreveu Obama.

Já Aaliyah disse ao Washington Post que a dança foi a primeira interação positiva que teve com a polícia e admitiu que também há "polícias bons". A agente, que não quis ser identificada, confessou estar "embaraçada" pelo impacto do vídeo. "É o que fazemos todos os dias", explicou.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG