Adolescentes presos por planearem ataque na escola a imitar Columbine

Polícia foi alertada por rumores de que haveria um ataque na escola. Adolescentes de 13 e 14 anos queriam matar os colegas

Dois adolescentes de 13 e 14 anos foram presos esta quinta-feira na Florida, Estados Unidos, por estarem a planear um ataque na escola onde estudavam. Os dois jovens, da secundária Villages Charter, foram apanhados depois de terem sido difundidos rumores de que iria acontecer um tiroteio esta sexta-feira naquele estabelecimento de ensino.

As autoridades foram à escola e começaram por interrogar um dos suspeitos na passada quarta-feira. O rapaz de 13 anos acabou por confessar que o plano era imitar o ataque de 1999 numa escola secundária do Colorado, que ficou conhecido como o massacre de Columbine: dois alunos, de 17 e 18 anos, mataram 12 colegas e uma professora antes de se suicidarem. Durante o interrogatório, o adolescente denunciou também o colega que iria cometer com ele o crime.

Segundo o comunicado da polícia do condado de Sumter, citado pela AP, nenhum dos adolescentes trazia armas quando foram abordados na escola pelos agentes. A polícia encontrou, porém, várias armas nas casas dos suspeitos quando os deteve na quinta-feira.

Os dois adolescentes estão agora sob custódia dos serviços prisionais e vão ser acusados de conspiração para cometer homicídio.

Exclusivos