Adolescente atacado por hiena no Kruger Park na África do Sul

Rapaz de 15 anos dormia sozinho numa tenda. Foi mordido na cara

Um rapaz de 15 anos ficou gravemente ferido depois de ter sido atacado na sua tenda por uma hiena no mundialmente famoso Kruger National Park, na África do Sul, disseram hoje as autoridades.

O rapaz estava a dormir sozinho num compartimento separado da tenda da sua família quando a hiena o atacou no domingo, disse à agência francesa France Press o porta-voz do South African National Parks (SANParks), William Mabasa.

"O animal atacou-o na cara", explicou Mabasa. "Ele gritou e os pais dele acordaram", continuou.

"Felizmente estava lá uma enfermeira, bem como um nos nossos guias", afirmou o porta-voz do parque.

Segundo o site de notícias local 'Netwerk24', a hiena fechou as mandíbulas na cara do rapaz, partindo os ossos faciais e arrastando-o para fora da tenda em pijama.

Depois de ser assistido no hospital local, foi levado para Joanesburgo por meio aéreo para uma cirurgia plástica e de reconstrução de emergência à boca e ao maxilar.

A hiena, que escapou, terá entrado no acampamento através de um buraco na cerca.

Mabasa disse que o animal estaria provavelmente à procura de comida.

"As pessoas devem estar conscientes de que há animais selvagens à volta delas e que devem ter a certeza de que as suas tendas são bem fechadas", disse.

Em julho do ano passado, um guia de um safari sobreviveu ao ataque de um leopardo quando observava a vida selvagem com um grupo de turistas no Kruger Park.

Há um mês atrás, uma turista americana de 22 anos morreu depois de ter sido atacada por um leão através da janela aberta de um carro num parque fora de Joanesburgo.

Exclusivos