Abaaoud filmado no metro de Paris na noite dos atentados

O "cérebro" dos ataques na capital francesa foi filmado a pouca distância de onde foi abandonado um dos carros usados pelos terroristas

Abdelhamid Abaaoud, principal suspeito de ter planeado os ataques terroristas em Paris, foi filmado pelas câmaras de segurança de uma estação de metro enquanto o massacre decorria, na sexta-feira, de acordo com uma fonte policial.

Abaaoud foi filmado na estação de Croix de Chavaux, perto de onde o automóvel Seat que terá sido usado nos tiroteios nos 10.º e 11.º bairros foi abandonado. Decorria ainda o ataque no Bataclan quando Abaaoud estava na estação, por volta das 22.20. O vídeo levanta a suspeita de que Abaaoud possa ter participado nos atentados - ainda não tinha sido identificado como um dos atacantes, pensando-se antes que tinha sido apenas responsável pela logística.

As autoridades francesas suspeitavam já que um terceiro homem poderia ter estado envolvido nos tiroteios nas esplanadas e restaurantes dos 10.º e 11.º bairros. Estavam identificados os irmãos Brahim Abdeslam, que se fez explodir, e Salah Abdeslam, que continua a monte, mas testemunhas diziam ter visto três pessoas no automóvel usado pelos terroristas, e quando este foi encontrado, abandonado, havia três armas Kalashnikov no interior.

Abaaoud foi morto num tiroteio com a polícia esta quarta-feira, quando o apartamento onde se escondia foi cercado pelas autoridades. Duas outras pessoas morreram.

Até aos ataques terroristas de Paris, pensava-se ainda que Abaaoud se encontraria na Síria, para onde foi combater em 2013. Abdelhamid Abaaoud foi condenado em julho, na Bélgica, a 20 anos de prisão por gerir uma rede de recrutamento de jovens para o grupo terrorista Estado Islâmico, mas nunca foi detido nem esteve presente em tribunal por se encontrar a monte, presumivelmente na Síria.

Com Reuters

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG