40.º aniversário do acidente aéreo mais mortal de sempre

583 pessoas morreram quando dois Boeing 747 chocaram

Esta segunda-feira, 27 de março, fica marcada pelo 40.º aniversário do maior acidente aéreo com vítimas mortais. Aconteceu em 1977 no aeroporto de Los Rodeos, na ilha espanhola de Tenerife.

Nesse mesmo dia, uma bomba tinha explodido em um outro aeroporto, concretamente na Gran Canária, outra das Ilhas daquele arquipélago. Perante este incidente, e sob ameaça de mais bombas, vários aviões foram desviados para outros locais, como foram os casos de dois Boeing 747, um da KLM e outro da Pan American, que tiveram de aguardar na pista daquele aeroporto até que o da Gran Canária fosse novamente aberto.

Devido a alguns erros de controladores aéreos, segundo relatos da altura, e ao imenso nevoeiro que se fazia sentir na altura, contudo, os dois aviões acabaram por chocar junto ao solo, quando ambos se preparavam para levantar. Acabaram por morrer 248 passageiros do Boeing da KLM e 335 da Pan American, o que deu um total de 583 mortes.

Exclusivos

Premium

Vida e Futuro

Formar médicos no privado? Nem a Católica passa no exame

Abertura de um novo curso de Medicina numa instituição superior privada volta a ser chumbada, mantendo o ensino restrito a sete universidades públicas que neste ano abriram 1441 vagas. O país está a formar médicos suficientes ou o número tem de aumentar? Ordem diz que não há falta de médicos, governo sustenta que "há necessidade de formação de um maior número" de profissionais.