"Ça va Manu?". Macron não gostou e repreendeu adolescente

"Como é Manu?", disse um jovem, ao presidente francês. Emmanuel Macron não gostou e respondeu: "A mim chamas-me senhor presidente da República ou senhor"

À vontade não é à vontadinha. E o respeitinho é muito bonito. Foi isto que o presidente francês Emmanuel Macron, considerado um liberal, com apenas 40 anos, habitué do Twitter, quis esta segunda-feira demonstrar ao repreender um jovem que se dirigiu a ele num tom demasiado coloquial durante o 78.º aniversário do início da Resistência Francesa durante a ocupação da Alemanha na Segunda Guerra Mundial.

"Ça va Manu?", "Como é Manu?" em português, disse o jovem ao chefe do Estado, por entre a multidão. "A mim chamas-me senhor presidente da República ou senhor. Estás numa cerimónia oficial e, por isso, comportas-te como deve ser. Podes comportar-te como imbecil mas hoje é dia de cantar A Marselhesa e O Canto dos Partisans (hino da resistência francesa durante a ocupação alemã)", afirmou Macron ao adolescente, que cantou A Internacional (hino da esquerda).

E prosseguiu: "Há que fazer as coisas como deve ser. No dia em que quiseres fazer a revolução aprende primeiro a ter um diploma, a sustentar-te a ti mesmo, de acordo? Então poderás dar lições aos outros". "Sim, senhor presidente", respondeu o jovem, em tom já menos insolente. O momento foi captado pelas televisões, que divulgaram em vídeo na internet a troca de palavras entre Marcon e o adolescente.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG